quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Voar

Voo caminhos
em busca de novo ninho.
Pedágios e adágios
em vias e sinfonias
Na rota retorta
que a vida
comporta.

Voo caminhos em
busca da minima amada.
Talvez numa esquina alada
Eu lhe sonhe madrugada.