terça-feira, 8 de novembro de 2011

Fronteiras

Tu caminhas
em meu Tempo
e trazes o
próximo momento.

Preenches meu
Espaço e alargas as
fronteiras
em que habito.

Sei-te vento,
sei-te alento.

Sei-te presença
de que necessito,
pois está em ti
a certeza de que
existo.