domingo, 20 de novembro de 2011

Ventos

Vento
que invento,
para alisar
tua face
no duro momento.

Vento
que invento
para te cessar
todo lamento.

Vento
que invento
para te beijar
novo alento.

Vento
que invento
para te assoprar
meu pensamento:
é teu, meu sentimento.