quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Bem-Querer

Grita-me o Carcará
que a seca
no peito
chegou sorrateira
e já devora
o amor
que em verde
desabrochou
na Primavera
que recém terminou.

Alma ressecada,
ressecada Terra,
aqui jaz
o afeto
que se encerra.

Bateu asa o Curió,
Bateu asa a Sabiá.
Bateu asa
o bem-querer
e o sonho
de reviver.