sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Amores Rompidos

Tristes amores rompidos
e em 1800 convites divididos.
E justo agora que essa febre
de nova vida na WEB
trazia-me a crença
de tua presença.

Eis que partistes num instante
e como no verso de Dante
levou-me toda esperança
de uma improvável bonança.

Amores lindos,
findos,
em dias malvindos.
Fim de sonhos e planos,
de acertos e enganos.

É chegado esse novo adeus.
Mas que tal contexto
não nos sirva de pretexto
para esquecer da Vida doutro texto.
Leve consigo alguns versos meus,
pois sempre foram só teus.