quinta-feira, 14 de junho de 2012

Botero de Colômbia


Estátuas de Botero
devoram pedras e pão
e, imensas,
ocupam a solidão.

Figuras de Botero
a tudo, em vão, mastigam.
Mas as tristezas
não mitigam.

Obesas figuras de Botero
desfilam suas inúteis demasias.
Em duro aço
transbordam o Espaço,
mas o Tempo inerte
impede o desejo solerte.

Imagens de Botero
são anti musas
do Bolero.

     Homenagem pouca ao Escultor colombiano Fernando Botero.