terça-feira, 29 de maio de 2012

Tantas


Tantas passaram.
Tanta gente
que nem deveria.
E tantas outras que
eu pensava que
nunca esqueceria.
E tantas passaram.

Mas tu, Princesa,
ainda que longe,
saiba-se definitiva
em minha alma
cativa.

          Para C.