sábado, 26 de maio de 2012

Anjos


Que esse Coro de Anjos
embale tua noite.
E que a fresca do sereno
lave os caminhos
que a tua estrela percorre.
Que haja brilho de Luar
e versos em todo caminhar;
e venha a branca Aurora,
que aos poucos se mostra,
sorrir teu novo dia.
E que nele, cada alegria
seja efetiva alforria,
pois livre é o Destino
de todo passarinho.
Pois livre é o colo,
que tu torna ninho.

            Para C.