domingo, 15 de setembro de 2013

Transição


Obra de Vicente Magalhães.

Agora toda palavra será inútil,
pois o silêncio da sala vazia
nada responde
e as tulipas estão fechadas.

A vidraça e o tempo passado
levaram-me as montanhas de Minas.
Restou apenas essa planura
de nada sentir.

Ingênua, a fumaça do cigarro
ameaça matar-me
sem perceber o próprio atraso.
O que brotará da transição que somos? 


Produção e divulgação de TANIA BITENCOURT, rien limitée, do Rio de Janeiro na Primavera de 2013.