sábado, 28 de maio de 2011

Peso

A solidão
de um toque.
Por acaso
e arrependido,
como se
minha pele lhe
tivesse doído.

Tão pesado
ficou
o silêncio, que antes
nos unia.

Tão larga
ficou
a cama, que antes
nos ardia.

Tão longe ficou
o sonho comungado,
o riso gargalhado,
o desejo declarado
e o choro evitado.

Tão perto,
o amor
acabado.