domingo, 8 de abril de 2012

Ex Belo Monte

Mata matos, florestas
perdidas.
Mata bichos, índios
suicidas.

Que homens foram esses
que estupraram
tua verde inocência?
Por que riem,
em sua gorda indecência,
ante nosso pedido
de clemência?

Que trajes são esses
que te recobrem agora,
deusa Flora?
Quem te desnudou,
filha de Gaia?

Choram as Amazonas
o velho Chico,
sem destaque de Buarque.
Rios que passaram
e agora secaram.

É tempo de Shiva chegar.
Ouviu divino, a fúria dos
elementos e o reino
dos tormentos.
Maias e Astecas vaticinam
o Apocalipse latino,
que Virgílio esqueceu
de contar.

Rugem as bestas de Belo Monte,
enquanto os Santos Sinos
repicam os últimos hinos.
*Por quem dobrarão?


* Inspirado no sermão de John Donne- "Por quem os sinos dobram".