quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Vitória - Régia

Régia Vitória de se olhar
enquanto desliza no rio-mar,
pois é chão em que o rastro fica a boiar.

Selva que Dante esqueceu,
mas que Tupã escreveu.

Brasileiros primeiros
habitaram-na por inteiro,
num libertar verdadeiro
do jugo estrangeiro.

Régia Vitória amazônica
flor e ilha
que o Poeta chamou de filha.

Seja sempre
símbolo da gente que te avizinha
e te presta tributo de rainha,
pois está em ti
o Brasil que sempre senti