segunda-feira, 11 de março de 2013

Onde


Poeta, onde está o amor?
Onde sempre esteve, moça morena.
Está no caminho que andamos,
no Canto que cantamos,
nos verso que declamamos,
no pranto que choramos
e no riso que sempre buscamos.
Está em cada cor e em todo som.
Em cada luz e em todo tom.
Está em cada partida
e em cada chegada.
Em cada carícia trocada,
em cada mão estendida
e em toda cama amanhecida.
Está, moça do Rio,
no novo livro de Thyago,
o anjo que Deus me deu.
Está na voz dea minha eterna certeza.
Está na saudade que sinto de Cecilia,
a filha bem amada, ainda que não revelada.
Está em Kris, em Lúcia, em Maísa, em Emilia...
Está em Filipi, em Evan, em Rosmary...

E em tudo mais, moça bonita,
está o amor.
Só é preciso "Olhos de Ver",
pois ei-lo em todo amanhecer.

                     Aos amores citados,