segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Dança do Ventre

São amêndoas
os olhos de Nefertiti rediviva.
E neles se revelam
os antigos mistérios
que bailam sensuais
nos véus que cobrem
a pele dourada
da bailarina de ouro.

E neles as tâmaras da noite
saciam a sede de amor
e a fome dos corpos.
E enquanto os Anafis
evocam Isís deusa,
o hálito morno do deserto
conta do oásis que o futuro
haverá de trazer.

E tudo,bailarina dourada,
porque tu danças.
E tudo, porque a ti 
coube parir a beleza.


Modelo da Foto - Miucha Cicaroni.