quinta-feira, 29 de julho de 2010

Prometeu Acorrentado

Vazio que transborda,
como forca
sem corda.

Até quando ficarei
na masmorra desse rei?
Até quando, burocrata da Lei?

Até o "Dia do Senhor".
Quando os mortos ressuscitarão
para nova vida em vão.

Até quando Alguém queira,
pois dizem-no Absoluto,
vingativo e astuto.

Fruto estragado
que brota do Pecado,
por Ele mesmo criado.

Eis tua sina homem enjaulado:
és Deus acorrentado!