domingo, 25 de julho de 2010

Lábios

Lábios indecisos
sorriram imprecisos
e Marina serena
deu-se doce e plena.

E do que foi ligado,
restou o legado
do Homem apaixonado.

Nesta noite de Sábado,
de quase tudo acabado,
chega-me o insano desejo
de te amar como versejo.

Desejo de te ouvir,
da tua pele sentir
e da certeza de existir.