quinta-feira, 13 de maio de 2010

Romance

Tão feio o outro lugar.
Tão penoso o andar
daquele que já quis voar ...

Agora, não apague a vela.
Nem tire a rosa da lapela,
talvez haja Lua na janela
e a machadiana flor amarela

(porque é preciso reler a vida*).

Vivamos outro romance,
pois a vida é só um relance
e nem sempre ao nosso alcance.


*Machado de Assis, em "Memórias Póstumas de Brás Cubas".