segunda-feira, 26 de abril de 2010

A 3ª Conjugação

Agora devo ir
para o Tempo me engolir.
É hora de seguir
o cortejo de Ofir.

Tentei me abolir
do eterno Devir,
pois será vão o novo existir
e inútil todo porvir.

Quero a liberdade de nada me possuir,
e um sonho para me iludir.
E quem sabe, a quimera de rir?

De tudo rir,
por nada ouvir.
Nem o mistério de ainda sentir.