quinta-feira, 23 de junho de 2011

Plano

Falta-me a tua paz
e a maciez de
teu carinho.
Falta-me o abrigo
de teu ninho.

Estou só, no planalto
que desconheço.
, sob um Céu
que não reconheço.

Esconderam-se as
estrelas que eu via.
Resta a noite,
nessa estranha
sesmaria.