terça-feira, 22 de abril de 2014

Sem


A vida que dobra a esquina
celebra o fim das urgências
e a satisfação das exigências.
É tempo de só ser.
Sem consequências.