sábado, 5 de abril de 2014

Impudica



A nudez impudica
dessa parede branca
não me deixa esquecer
do mal que me abocanha.

Antes da outra,
já sinto a morte
de saber inúteis os planos
e impossíveis os sonhos.

Senhora da única certeza
e o fim das possibilidades,
sinto-a represar o rio
que naveguei.

Em que porto, aportarei?


Para Wesley que hoje faria sete anos.