segunda-feira, 20 de maio de 2013

Operação Condor



Estranha a tua sorte, Condor dos Andes.
A ti cantou a pena soberana de Pablo Neruda
e de ti fizeram codinome da covardia.

Os lenços brancos que cobrem
os brancos cabelos de Las Madres da Plaza de Mayo,
são as páginas em que o horror foi escrito
e são as brancas nuvens que tu sobrevoas indiferente. 


Mas o azul do teu céu, Condor dos Andes
e o branco dos teus cabelos, Madres de Dios e de la Plaza
 agora são apenas o vermelho derramado,
do sangue caído com os sonhos dos que ousaram.

Quem dera, Condor dos Andes, que esses ares
que as tuas asas cortam e recortam
levassem para o esquecimento, essa época de tanto pavor.

E que sob elas as gentes da sofrida América
desarmasse todas as armadilhas 
que sempre tentam matar a liberdade  
que os ventos da Cordilheira insistem em soprar.


Dedicado à Sra HEBE BONAFINI e a todas as mães cujos filhos e filhas tombaram em defesa da legalidade e da liberdade.

Hoje, 20 de Maio de 2013, morreu Jorge Rafael Videla, ditador argentino.