domingo, 26 de fevereiro de 2012

Uma Chuva

Cai uma chuva
que refresca a vida.
Se não fosse essa náusea
eu escreveria um Poema
para a mulher amada,

diria que haveriam estrelas
um pouco mais tarde,
pois sempre há luz
para quem a sabe.
Que o perfume que
havia nas rosas de Minas
ainda seria possível,
bastaria segurar tua mão
e contigo dividir
a enxurrada que desenha
a curva do meio-fio.
E riríamos do desvario
de se cantar a Ária
da 5ª Bachiana,
como se o canto
nos fosse dado
e o amor não
fosse perdido.
E mais eu diria...

pois se não se fosse
essa náusea,
contigo eu estaria,
já que juntos sonhamos
essa chuva que chovia.