sábado, 22 de março de 2014

Versos Gerais



Solenes, desfilam os versos
nas ladeiras de perpétua idade.
Janelas observam-nos
e portas se oferecem,
mas seguem os versos,
pois o caminho exige
que histórias sejam semeadas
e que se cante
os amores inconfidentes
e a flor que rompe o asfalto.

Solenes versos gerais
caminham as serras,
saciam-se no Santo de Francisco
e se abrigam nos balcões centenários
à espera das Musas
por quem foram feitos.
             


                                                                                           Para a Musa.


Produção e divulgação de YARA MONTENEGRO, Assessora de RP., desde Inconfidentes MG, no Outono de 2014.