domingo, 8 de março de 2015

Mulheres e Vida


A mulher pari a vida.
A vida servida, a vida crescida,
a vida sentida.

E chora a mulher que fez a vida,
pois ei-la vida saída,
vida partida,

E sorri a mulher que refaz a vida.
A vida revivida, a vida re-sentida,
a vida atrevida.

E gargalha a mulher que refez a vida,
de novo seduzida, de novo amada,
de novo desejada.

E, então, revive na mulher,
a própria vida.


A todas.


Lettré, l´art et la Culture. Rio de Janeiro, verão de 2015.