quarta-feira, 16 de março de 2016

O Camareiro


Em meio ao silêncio explode o caos,
e chovem as fascistas bombas
e sua insana intenção
de extinguir a palavra e o sentir.
Logo depois, reina, angustiante,
o pleno breu e o cerrar das cortinas,
como quem encerra todas as tentativas
de deixarmos de ser
as bestas-feras em que nos tornamos.


Homenagem pouca ao Ator e Idealizador do projeto "Camareiro" Kiko Mascarenhas, bem como ao restante do elenco e da equipe, que resgataram a grandiosidade do teatro em sua magnifica montagem.
Lettre la Art et la Culture