segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Toques


É preciso fazer amor
como se escreve um poema,
pois há em cada toque, em cada carícia
a soma de todos os versos.

Para Papillon



Produção e divulgação de Vera L. M. Teragosa.
Lettre la Art et la Culture