terça-feira, 16 de junho de 2015

Matem


Então, o chefe religioso,
o general das armas,
o grande capitalista,
o político oportunista,
o áulico servil
e tantos outros do covil,
decretaram:

Matem o sabiá!
A sua liberdade de voar é insuportável.


Lettré, l´art et la Culture. Rio de Janeiro, outono de 2015.