sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Navegar-te


Foi preciso navegar-te
para encontrar
a paz das Enseadas.
Apenas em teus mares, moça,
a maré devolve-me a alma.




Lettré, l´art et la Culture, Rio de Janeiro, Primavera de 2014.