terça-feira, 10 de maio de 2016

As Tulipas



Há uma quase insolência
na beleza da tulipas.
Uma quase prepotente negação
das fealdades que a vida nos impõe.



.
Lettre la Art et la Culture
Enviado por Lettre la Art et la Culture em 09/05/2016
Alterado em 09/05/2016